Vigilância em saúde

No campo da saúde, a vigilância está relacionada às práticas de atenção e promoção da saúde dos cidadãos e aos mecanismos adotados para prevenção de doenças. Além disso, integra diversas áreas de conhecimento e aborda diferentes temas, tais como política e planejamento, territorialização, epidemiologia, processo saúde-doença, condições de vida e situação de saúde das populações, ambiente e saúde e processo de trabalho. A partir daí, a vigilância se distribui entre: epidemiológica, ambiental, sanitária e saúde do trabalhador.

A vigilância epidemiológica reconhece as principais doenças de notificação compulsória e investiga epidemias que ocorrem em territórios específicos. Além disso, age no controle dessas doenças específicas.

A vigilância ambiental se dedica às interferências dos ambientes físico, psicológico e social na saúde. As ações neste contexto têm privilegiado, por exemplo, o controle da água de consumo humano, o controle de resíduos e o controle de vetores de transmissão de doenças – especialmente insetos e roedores. 

As ações de vigilância sanitária dirigem-se, geralmente, ao controle de bens, produtos e serviços que oferecem riscos à saúde da população, como alimentos, produtos de limpeza, cosméticos e medicamentos. Realizam também a fiscalização de serviços de interesse da saúde, como escolas, hospitais, clubes, academias, parques e centros comerciais, e ainda inspecionam os processos produtivos que podem pôr em riscos e causar danos ao trabalhador e ao meio ambiente.

Já a área de saúde do trabalhador realiza estudos, ações de prevenção, assistência e vigilância aos agravos à saúde relacionados ao trabalho.

O SUS no controle de qualidade

A vigilância sanitária tem a missão de garantir qualidade e segurança de produtos e serviços. Entenda melhor lendo reportagem da Revista Radis

Mais informações

Conheça experiências com soluções para o SUS, implantadas pelo país

BVS

Acesse a BVS e consulte o acervo de bibliotecas e centros de documentação

BVS

Conferência

Logo da 1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde, com fundo nas cores amarelo e verde, e com a logo do Conselho Nacional de Saúde em destaque

A 1ª Conferência acontece entre 21 e 24/11/2017, em Brasília, com o tema “Vigilância em Saúde: Direito, Conquista e Defesa de um SUS Público de Qualidade”. Participe

Inibidores de apetite

Lei aprovada no Congresso Nacional e que autoriza a produção e comercialização de medicamentos inibidores de apetite é criticada por especialistas da saúde coletiva

Cursos

UNA-SUS oferece pela Universidade Federal do Maranhão formação em Vigilância em Saúde para trabalhadores do SUS e acadêmicos. São, ao todo, 12 cursos autoinstrucionais. Inscreva-se

Aula aberta

Ensp/Fiocruz realiza em 27/07/2017, às 13h30, aula aberta do Mestrado Profissional em Vigilância em Saúde do Trabalhador, discutindo estratégias associadas a amianto, sílca e benzeno. Participe

Biovigilância

Formulário para notificação é implantado no Sistema Nacional de Biovigilância para garantir a segurança do doador e do receptor de células, tecidos e órgãos humanos no país

Doenças

Imagem de várias capas da Revista Ciência e Saúde Coletiva

Artigos da revista Ciência e Saúde Coletiva abordam necessidade de investimento em vigilância de doenças crônicas e violências em um contexto de envelhecimento populacional, males causados pelas mudanças climáticas e aumento nos fatores de risco

INCQS

Fachada do prédio

Conheça o Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), da Fiocruz, que atua nas áreas de ensino, pesquisa e tecnologias de laboratório relativas ao controle da qualidade